Monte Hellman homenageado pelo LEFFEST

Monte Hellman

“Um grande artista da arte cinematográfica e um poeta minimalista” – foram estas as palavras de Quentin Tarantino quando entregava a Monte Hellman, em Venez, o Leão de Ouro Especial, atribuído a Road to Nowhere (2010).

Hellman, que estava internado no Eisenhower Medical Center em Palm Desert, Califórnia há um par de dias, morreu esta madrugada.

Num texto publicado no catálogo do LEFFEST’12, Bill Krohn dizia que quando perguntavam ao realizador qual era o seu filme preferido de todos quanto fizera, ele respondia sempre: “o último”. E foi para apresentar esse último filme, o premiado Road to Nowhere, e falar da sua obra, que o festival apresentava em retrospectiva, que Hellman esteve connosco durante vários dias, nesse ano em que o homenageámos.

Como Coppola ou Scorsese, Hellman iniciou a sua carreira no cinema com Roger Corman. Teve um longo romance com os directores de fotografia europeus e o seu domínio da luz natural (citamos ainda Bill Krohn) e despertava uma enorme devoção nos actores com quem trabalhava. Foi com ele que se reavivou a carreira de Jack Nicholson nos “westerns existencialistas” O Furacão (1965) e Duelo no Deserto (1966). Nicholson, seu amigo, trabalharia com ele em mais dois filmes. Em 1997, o realizador George Hickenlooper assinou o documentário Monte Hellman: American Auteur.

Realizador mítico e singular, foi o autor de obras-primas como as atrás referidas e ainda Two Lane Blacktop – A Estrada não Tem Fim (1971), certamente o seu filme mais célebre (“o road movie por excelência e um dos grandes filmes americanos”, The New York Times), Cockfighter (1974, outro road movie), ou Silent Night, Deadly Night 3: Better Watch Out (1989), entre outras. Foi ainda professor de cinema e produtor de Cães Danados (1992), de Tarantino.

Na sua passagem pelo festival em 2012, para além da homenagem e retrospectiva integral das suas longas-metragens de ficção, Monte Hellman fez parte, com Lucrecia Martel e Rita Nunes, do júri das curtas metragens do Encontro de Escolas de Cinema Europeias e deu uma masterclass, numa conversa com o director do festival, Paulo Branco, que pode ser vista aqui:

Masterclass com Monte Hellman Parte 1-2: https://www.youtube.com/watch?v=ssk3_tieHn0

Masterclass com Monte Hellman Parte 2-2: https://www.youtube.com/watch?v=3UbH9LuQ7-M