“O lado esquerdo” é um monólogo de uma mulher a beirar os 50 anos

sonja valentina

“O lado esquerdo” estreia em novembro no Teatro Municipal Amélia Rey Colaço, em Algés até o dia 27.

 

Este projeto cénico, interpretado por Sonja Valentina, nasce com o objetivo de incentivar o teatro português e a escrita de autores portugueses, abordando temas como a demência, a solidão, as relações familiares, a traição, a morte, as crenças e religiões, o bem e o mal e o impacto que tudo isto pode ter no quotidiano.

Assim “O LADO ESQUERDO” estreia no próximo dia 19 de novembro, estando em cena nos dias 20, 26 e 27, no Auditório Municipal Amélia Rey Colaço, em Algés. Inspirado num conto homónimo de Marta Duque Vaz, a história desenrola-se a partir de um inusitado e-mail que um colega de trabalho envia a Isabel, falando-lhe com minúcia de tudo o que tem observado, diariamente, no seu lado esquerdo, projetando nele, nesse lado mais visível do seu corpo, uma vida fora dali, do open space que os acolhe durante a maior parte do dia de cada um.

Com encenação e dramaturgia a cargo de Daniel Freitas, Sonja Valentina assume o desafio de dar corpo e voz à intimidade desta mulher a beirar os 50 anos, propondo ao público, através deste monólogo, o exercício de autorreflexão, de questionamento a partir dos mais recônditos e triviais pensamentos, tantas vezes indizíveis. António, confessa que a partir desta observação diária do seu lado esquerdo, nasceu uma atração, uma vontade inominável de aproximação, de conversa, de tantas outras coisas, afirmando sem hesitação, ser o homem que melhor conhece o seu lado esquerdo.

No fim da mensagem, deixa-lhe a possibilidades de reação, sugerindo-lhe que opte por uma. Por sua vez, Isabel confessa “todas” as mulheres que a habitam, fala-lhe da imortalidade da juventude, de afetos e raivas, da força inexplicável que tudo faz acontecer, mesmo sem fé.

 

“O lado esquerdo”

Estreia: 19 de novembro de 2021

Datas: 20, 26 e 27 de novembro de 2021

Local: Auditório Municipal Amélia Rey Colaço, em Algés

Duração prevista: 50 minutos (aproximadamente)

Classificação Etária: M16

 

Texto Original: Marta Duque Vaz | Interpretação: Sonja Valentina |Encenação, Dramaturgia e Adaptação: Daniel Freitas| Voz Off: Pedro Ramalho| Figurinos e Cenografia: Paulo Alvarez Veloso| Desenho de Luz: Alexandre Braga| Banda Sonora: Pedro
Cecílio| Produção executiva: Sonja Valentina |