FUSO – ANUAL DE VIDEO ARTE INTERNACIONAL DE LISBOA

A torna-se referência em videoarte na capital lusitana, o FUSO vem em sua edição 2017 a seguir o viés alternativo e “out-gallery” que o festival propõe. A decorrer entre os dias 22 e 27, deste mês de agosto, é sem dúvida um evento que vale uma visita, ou melhor, que vale várias visitas. Acontecendo em vários locais da cidade de Lisboa, nesta edição o festival integra a programação do Lisboa Capital Ibero-americana de Cultura 2017. Contemporâneo e buscando sempre a vanguarda dentro da video arte, o FUSO chega a sua 9.ª edição com narrativas contextualizadas dentro do ambiente criativo europeu e do centro e Sul da América.

Resumido em sua página na rede social Facebook como”um marco referencial no panorama da vídeo arte em Portugal.”, o festival conta com uma respeitosa e diversificada lista de curadores, além de colaboração com instituições nacionais e internacionais renomadas como Colecção Centre Pompidou, Musée National d’Art Moderne/Centre de Création Industrielle, VideoZone, International Video Art Biennal, Center for Contemporary Art entre outras.

O FUSO 2017 tem como homenageado o brasileiro Paulo Bruscky (Recife, 1949), artistas renomado das décadas de 60 e 70, considerado um dos principais nomes da video arte. Espalhado por Lisboa, o evento que tem entrada gratuita, acontecerá em diferentes sítios da cidade: Travessa da Ermida, MAAT, Museu do Chiado, Museu da Marioneta e pelo Jardim do Museu Nacional de História Natural e da Ciência.

FUSO 2017
Lisboa
Vários locais
• De 22 (inaug. na Travessa da Ermida; 22h) a 27/8  – Grátis

Deixe uma resposta