POLÊMICA DO ASSÉDIO ASSOMBRA MUNDO DAS ARTES

Exposições de Chuck Close e Thomas Roma suspensas após acusações de assédio sexual.

Chuck Close – (Dan Bates / Herald file) Foto Link (www.heraldnet.com)

O “Efeito Weinstein”, nome do produtor de Hollywood envolvido em dezenas de acusações de assédio sexual, vem fazendo estrago no universo das show business. Produtores, diretores (realizadores), atores, músicos, fotógrafos, escritores e agora dois importantes artistas visuais, estão vivendo o estigma de ser acusado de assédio. Chuck Close e Thomas Roma foram retirados da agenda de exposições da renomada National Gallery of Art. As exposições que estavam marcadas para os meses de maio (Chuck Close) e setembro (Thomas Roma) não serão apresentadas porque ambos estão sendo acusados ​​de má conduta sexual. Segundo Guthrie, responsável pela comunicação da National Gallery of Art, relatou ao Washington Post; “Todas as partes envolvidas reconhecem que não é o momento apropriado para a realização das exposições”.

O que vem sendo relatado na imprensa Americana é que Close foi acusado de assediar sexualmente mulheres posaram para o artista em seu estúdio, o que ele nega. Close para quem não sabe, possui uma trágica história. Famoso por suas pinturas ultra-realistas, o fotógrafo e pintor americano ficou em uma cadeira de rodas devido a um coágulo sanguíneo na coluna vertebral que o deixou praticamente sem mobilidade.

Thomas Roma – Foto Link (petapixel.com)

Já do renomado fotógrafo Thomas Roma se retirou da famosa Universidade de Columbia, em Nova York no mês de janeiro, depois de ser acusado por cinco ex-alunos por má conduta. Segundo relato, ele utilizava seu status de professor para assediar as alunas. Em janeiro de 2000, uma das acusadoras chegou a fazer uma carta denûncia contra Roma a Universidade de Columbia. Agora o grupo de ex-alunas estão acusando Roma de maneira contundente, mas o fotógrafo se defende falando e “ilações e atos consensuais” por parte das ex-alunas.

O “Efeito Weinstein” pegou em cheio Close e Roma colocando no meio da onda de denúncias de assédio sexual contra figuras poderosas do mundo das artes e das celebridades. Vamos esperar a justiça investigar e julgar, mas sem dúvida são acusações sérias que podem manchar a biografia de dois importantes artistas.

Coluna – Marco Monteiro 
Marco Monteiro, brasileiro, Natal, RN, Brasil, 1975. Artista, designer, arqueólogo, escritor e pesquisador, autor do livro didático “Artes Visuais – 2º Período” (História da Arte – Editora Geração Digital – Brasil – 2013) co-editor do “Arte351 Magazine” e Doutorando em Teoria e História da Arte pela Universidade Nova de Lisboa. www.mmonteiro.com