HOJE nascia, em Roma, Arduino Colasanti

arduino colasanti

Arduino Colasanti

Mergulhador, primeiro surfista do Brasil, Ator e meu inesquecível irmão e amigo, Arduino Colasanti.
Fizemos juntos os filmes El Justicero (1966), Fome de Amor (1967), Azyllo muito louco (1969), Como era gostoso o meu francês (1970), Quem é Beta ? (1973) , todos de Nelson Pereira dos Santos e Mãos vazias (1970), Leila Diniz (1987), dirigidos por mim, além de um documentário sobre ele para a série Retratos brasileiros, do Canal Brasil.

Moramos juntos no que se constituiu uma espécie de comunidade hippie de pessoas de Cinema muito amigas, em Paraty e em Ipanema. Viajamos a muitos festivais…Lembranças inesquecíveis !
Muitas saudades dele !
SAUDADES ETERNAS.

Arduino Colasanti
Uma das primeiras pranchas de surf, Arpoador anos 50.

 

Arduino Colasanti
No meu filme inacabado O homem e sua hora – uma Antologia poética de Mário Faustino (1972). Na foto de Jose Sette de Barros, com Alexandre Lambert e Claude Siboney

 

Arduino Colasanti
Com Adriana Prieto em El Justicero (1966)

 

Arduino Colasanti
Em Fome de Amor (1967) Com Paulo Porto e Leila Diniz

 

Arduino Colasanti
Uma cena de Como era gostoso o meu francês (1970), em Paraty.