Mulheres Históricas por Cláudia Alencar e J. C. Bergamo

A renomada atriz Cláudia Alencar incorpora mulheres históricas para o fotógrafo J. C. Bergamo na exposição A Nova Mulher do Século XXI.

Atriz, escritora e artista plástica, Cláudia Alencar é, sem dúvidas, uma das divas da arte brasileira. Ao longo de sua aclamada carreira como atriz, Cláudia encenou em novelas na Rede Globo de televisão, para além de protagonizar diversas peças teatrais e longas metragens. Contudo, a sua atuação no campo das artes vai além do universo cênico. Autora literária, possui seis livros publicados e também navega com qualidade nas artes plásticas.

Artista premiada, com um currículo invejável, Cláudia nos brinda com sua beleza e talento ao incorporar grandes mulheres da história humana com uma série de fotos realizadas pelas lentes do renomado fotógrafo da Vogue européia, J. C. Bergamo. São ao todo 20 fotografias com Cláudia a transformar-se em personagens como Joana D’arc, Rita Hayworth, Madame Curie, Nossa Senhora, entre outras. A atriz também “dá vida” a figuras estereotipadas como uma dona de casa e uma noiva, a criar um panteão de entidades femininas relevantes em uma série fotográfica de incontestável qualidade e beleza. Uma exposição inédita que reúne dois talentos das artes no projecto Habemus Artem.

Com o título A Nova Mulher do Século XXI a exposição tem como inspiração pesquisas e estudos sociológicos realizados por Cláudia Alencar, onde a atriz propõe a teoria da Revolução Quântica Feminina. Faz uma retrospectiva da mulher, de seu papel dentro da história e da sociedade humana. A mostra pauta a revolução travada pelas mulheres, a pílula concepcional, o capitalismo e como a mulher se colocou no processo de desenvolvimento social a assumir múltiplos papéis, inclusive do Homem, tendo que assumir um papel que transita do feminino ao masculino, mesmo sem ser reconhecida por isso. Cláudia acredita que estamos a viver um período de transição representada na exposição com humor e ciência a revelar A Nova Mulher do Século XXI. Uma mulher que enfrenta o mundo sendo resiliente, alegre, próspera, inteligente, a querer que o Homem faça a Revolução Quântica proposta pela artista, para trazer um equilíbrio entre o masculino e o feminino.

“Não queremos Empoderamento, mas AMOROSAMENTO! Queremos ficar lado a lado do Homem, ou Mulher, não importa o gênero, mas queremos igualdade social, política e econômica. Está na hora do machismo acabar no Planeta.” Cláudia Alencar

Sobre Cláudia Alencar

Bacharel Licenciada em Teatro pela Escola de Comunicações e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo (USP), passando logo a lecionar Artes Cênicas, durante 5 anos, para o ensino Fundamental, Médio (Colégio Oswaldo Aranha e Instituto Alberto Conte) e Universitário (Faculdade Alcântara Machado). Chegou a cursar Ciências Sociais, também na USP, mas parou após 4 anos. Claudia já atuou em 23 peças de teatro, 12 longas metragens e 36 novelas e mini-séries, dividindo papéis principais com Paulo Autran, Marco Nanini, Antonio Fagundes, Lilia Cabral, Tony Ramos, Osmar Prado, Natália Timberg, Tarcísio Meira, e tantos outros nomes respeitados. Afinal a cada nova atuação, esta paulistana que faz yoga e escreve livros de poesia deliciosos, mostra que um ator pode reinventar a sua própria forma de interpretar, sem perder o estilo, com cada vez mais credibilidade, encantamento, ousadia, carisma, e verdade emocional.

Sobre J. C. Bergamo

J. C. Bergamo é ítalo-brasileiro e fotógrafo de moda, beleza e belas-artes, trabalha desde 1988. Começou em São Paulo no Brasil e depois mudou-se para a Europa em 1994, onde ficou até meados de 2008, morando na Itália e construindo uma ponte com Espanha, Portugal e Brasil. Na década de 1980 desenvolveu técnicas de inversão de cromo, o que o levou a expor seus trabalhos em Barcelona, Espanha, através da Fujifilm Japão, onde teve seu portfólio publicado em diversas revistas profissionais de fotografia, incluindo Photo France, com publicação entre as melhores retratos de concurso internacional, além de ter tido publicações em diversas revistas de moda, entre outras. No momento, ele se dedica à fotografia de belas artes.

A mostra virtual A Nova Mulher do Século XXI, com Cláudia Alencar fotografada por J. C. Bergamo, está patente até o dia 25 de junho de 2021 e pode ser visitada através dos endereços www.arte351.pt e www.rrodynergallery.com .

>>Aceda a exposição<<