Transmissão do concerto Serenata pela Orquestra de Câmara Portuguesa

No âmbito de uma parceria estabelecida com a Direção-Geral do Património Cultural, o Centro Cultural de Belém continua a levar a sua oferta cultural ao Museus e Monumentos Nacionais de  todo o país.

Nesta quinta-feira, dia 15 de julho, pelas 21h30, será transmitido Serenata pela Orquestra de Câmara Portuguesa, no âmbito do projeto CCB – Cidade Digital. A entrada é gratuita.

A partir de duas obras extraordinárias e contrastantes — a Serenata de Tchaikovsky e a Battalia de Biber — a Orquestra de Câmara Portuguesa mergulha no universo intimista de Charles Ives e John Cage, num concerto encenado por Teresa Simas. Serenata. Sereno. Uma pergunta sem resposta: a obra misteriosa de Charles Ives (1874-1954), uma tapeçaria cósmica em forma de som. Serenar.

Uma série de harmonias, música reconstruída por John Cage (1912-1992) a partir de hinos de compositores contemporâneos da Revolução Americana de 1776. Claro. Limpo. Heinrich Biber descreve vários quadros em mote surrealista, numa explosão de cor, ímpeto, criatividade e imaginação. Pacificar, tranquilizar.

Com a sua imaginação arrebatadora, Tchaikovsky encerra as páginas da sua serenata com uma reminiscência do seu início — lembramo-nos da obra mistério de Charles Ives: uma resposta ao ruído incessante criado pela humanidade, o silêncio?

Este concerto realizou-se no dia 6 de dezembro de 2020, no Grande Auditório do CCB. A sua gravação e transmissão é feita no âmbito da candidatura europeia SAMA / Portugal 2020, que integra o projeto “CCB – Cidade Digital” e prevê uma parceria com a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) ,com o objetivo de transmitir gravações de espetáculos do CCB por todo o país e permitir a novos públicos, a fruição digital de espetáculos, em lugares fundamentais da nossa cultura e identidade.