Maracatu invade Lisboa em festa carnavalesca neste domingo

Manifestação cultural afro-brasileira que envolve percussão, canto e dança, o Maracatu é um ritmo que toma as ruas de Recife, no Brasil, durante toda a temporada de carnaval e até fora dela. Apresentado com instrumentos de percussão, como caixas, ganzás, gonguês, e tambores, conhecidos como alfaias, o Maracatu tem suas raízes religiosas e é considerado patrimônio imaterial brasileiro.

Em Lisboa, há pelo menos dois grupos que representam o ritmo mas distinguem-se em propostas e repertórios. E é neste domingo (27), que o Carnaval dos Maracatus arranca com muito maracatu, apresentado pelo Baque Mulher Lisboa e Baque do Tejo. A festa acontece na Fábrica Braço de Prata, com a participação de outros grupos e Djs. A entrada é democrática e custa apenas 2 euros.

Baque Mulher Lisboa (Divulgação)

O Carnaval dos Maracatus inicia-se a partir das 14h, na tenda da Fábrica com o músico e percussionista, DJ Tiago Tocha. O DJ, natural de Lisboa, leva ao público uma hora de música com fusão de vários estilos, desde groove, hip hop, brazilian beats à música eletrónica e techno.

Dj Tiago Tocha (Divulgação FB)

Em seguida, o grupo Baque Mulher – que destaca-se pela promoção do protagonismo feminino – apresenta repertórios próprios, bem como da nação Encanto do Pina – onde finaliza a apresentação com duas músicas em conjunto com o grupo Baque do Tejo. Repertórios das nações de Porto Rico e Estrela Brilhante de Igarassú, dentre outras, seguem em apresentação pelo Baque do Tejo, até às 19h.

Baque do Tejo (Foto: Lenon Reis – Divulgação)

Após a energia dos tambores do maracatu, entra em cena o grupo Quebra Coco, que traz ao público um ritmo com influências de batuques africanos para formação de dança de roda com muita animação, acompanhada de cantoria e executada em pares, fileiras ou círculos – comum durante festas populares do litoral e do sertão nordestino brasileiro.

Grupo Quebra Coco (Divulgação)

Para encerrar a festa, a musicista N▲N▼ apresenta incidentes violinísticos que geralmente desembocam em catarses sonoro-corporais. A trajetória artística de Nany Aguiar vai do teatro de opera ao meio da rua, da Jam session à pista de dança.

N▲N▼
N▲N▼ (Divulgação IG)

Carnaval dos Maracatus

Domingo, 27 de fevereiro de 2022

Horário: Das 14h às 22h

Onde: Fábrica Braço de Prata

Quanto: 2 euros