CinEd será prolongado por mais dois anos

Pela sexta vez consecutiva desde a sua criação, e pela segunda vez sob a liderança da Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema, o programa CinEd (o principal projeto europeu na área da educação cinematográfica) foi novamente selecionado para financiamento pelo programa Europa Criativa / MEDIA através da linha de financiamento ao desenvolvimento de públicos e educação ao cinema. Assim, o projeto CinEd 2.1 – Let’s Watch Together, um dos oito projetos selecionados (entre os 38 que se candidataram) e o que melhor classificação obteve, prolongará a sua atividade no biénio 2022-2024.

 

O projeto, que tem como objetivo promover a descoberta do cinema europeu junto dos jovens entre os 6 e os 19 anos, foi iniciado em 2015 e foi coordenado até 2020 pelo Instituto Francês em Paris. O CinEd 2.1 apresentou o maior consórcio entre os projetos contemplados neste concurso e conta com um total de 16 parceiros, dos quais 13 são parceiros plenos e três são parceiros associados. O CinEd 2.1 abrange assim 12 países: Portugal, Bulgária, Roménia, Alemanha, Espanha, Itália, República Checa, Croácia, Finlândia e Grécia, e ainda a Lituânia e a Turquia enquanto parceiros associados. A participação portuguesa estende-se, para além da Cinemateca como líder e coordenadora, à Associação Os Filhos de Lumière (parceiro da iniciativa desde a primeira edição) e ao parceiro tecnológico MOG Technologies SA, que coordena os instrumentos informáticos do CinEd.

 

O projeto vai ser desenvolvido em estreita colaboração entre, por um lado, escolas e professores, e, por outro lado, os membros do consórcio, alguns deles parceiros da Cinemateca na FIAF (Federação Internacional dos Arquivos de Filmes) tais como o Deutsches Filminstitut & Filmmuseum e a Cinemateca Grega (Tainiothiki Tis Ellados). Durante a vigência do CinEd 2.0 – que termina em setembro de 2022 – o consórcio continuou a organizar numerosas projeções de cinema com a presença de alunos e ações de formação para professores, apesar das limitações decorrentes da pandemia do SARS-CoV2, às quais se juntaram atividades online durante os vários períodos de confinamento. Foi ainda desenvolvido e lançado um novo site com funções mais atualizadas que permitem conhecer melhor a coleção de filmes europeus de diversas nacionalidades que conta com um total de 18 títulos de longa-metragem e três programas de curtas-metragens. No site estão também disponíveis muitos dos recursos pedagógicos do CinEd, tais como os cadernos pedagógicos, as fichas de trabalho analógicas e interativas para alunos e vídeos temáticos.

 

Com este novo financiamento do CinEd por mais dois anos, a Cinemateca Portuguesa conseguiu assegurar que a sua liderança tenha resultado numa continuação do projeto, que consolida assim uma verdadeira segunda fase que lhe permite projetos futuros.