Carlos do Carmo – O adeus a um dos maiores de sempre!

A arte portuguesa presta homenagem a um dos seus principais ícones, que veio a nos deixar neste início de 2021.

Carlos do Carmo

Apontado pela Enciclopédia da Música Portuguesa no Século XX como “um dos maiores referenciais” no fado, Carlos do Carmo é sem dúvidas um dos maiores de sempre da música portuguesa.

Foram 81 anos a nos brindar com seu talento. Damos adeus ao artista e ficamos com sua obra eternizada no coração da música mundial. Sempre radiante e intocável em seus concertos, foi uma queda em um palco, que segundo o próprio, deu início a uma série de problemas de saúde que o atormentaram após os seus 50 anos. O problema de aneurisma, que o levou a nos deixar, já o tinha atingido a cerca de vinte anos atrás, quando o artista teve o mesmo problema, mas conseguiu superar. Desta vez, infelizmente, o resultado não foi o mesmo, levando Carlos do Carmo a óbito no primeiro dia do ano de 2021.

Com uma história repleta de conquistas como artista, tem um lugar no panteão dos maiores cantores portugueses de sempre. Carlos do Carmo havia anunciado a sua aposentadoria ao completar 80 anos em 2019, fez um concerto de despedida no Coliseu dos Recreios de Lisboa. O concerto se deu no dia 09 de novembro, dia em que foi merecidamente agraciado com a chave da cidade de Lisboa, local onde nasceu no dia 21 de dezembro de 1939.

Em sua gloriosa carreira, de mais de 50 anos, Carlos do Carmo passou pelos principais palcos mundiais, do Olympia, em Paris, à Ópera de Frankfurt, do ‘Canecão’, no Rio de Janeiro, ao Royal Albert Hall, em Londres. O cantor recebeu em 2014 um Grammy Latino pela sua carreira, em 2015 foi a ele concedido o “Grande Médaille de Vermeil” da cidade de Paris e um ano depois, foi-lhe atribuído o título de Grande-Oficial da Ordem do Mérito, da Presidência da República.

Carlos do Carmo

Seremos sempre grato a Carlos do Carmo pelo seu legado e empenho para o desenvolvimento e promoção do Fado. Foi um dos principais e mais determinantes embaixadores da Candidatura do Fado a Património Imaterial da Humanidade. Carlos do Carmo deixou uma obra excepcional que o eternizou na arte portuguesa…aqui deixamos nosso adeus e muito obrigado.