A Rainha mostra o Palácio Nacional da Ajuda gratuitamente

A comemorar o DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS, nesta terça, 18 de maio, o Palácio Nacional da Ajuda abre as Portas a partir das 10h até às 18h. A Entrada é livre por ordem de chegada, até limite máximo da sala.

Logo pela manhã, o ensino pré-escolar é recebido às 10h com uma visita encenada, acompanhada por S. M. a Rainha D. Maria Pia de Saboia, que conta na primeira pessoa como era o seu dia-a-dia no Paço Real da Ajuda. Uma viagem ao quotidiano do século XIX que termina com o ensaio de um baile. A duração é de aproximadamente 1h e exige-se marcação prévia obrigatória: [email protected]

Durante todo o dia, acompanhados pela conservadora da coleção de cerâmica, Cristina Neiva Correia, os participantes vão ter oportunidade de ver ao detalhe o projeto Mesa Real, que recupera espaços esquecidos como a Arrecadação de pratas e loiças da Mesa d’Estado ou a Sala de Lavagem das Loiças, e admirar os serviços de mesa, objetos das mesas dos Particulares e Damas, peças dos piqueniques e dos veleiros, guardados nas reservas.

Para encerrar o dia, há Música no Palácio com dois concertos. Na Sala do Trono, pelas 18h30, o Coro Comunitário da Ajuda e um repertório de canções como Rosinha dos Limões, de Max, ou Travessia do Deserto de José Mário Branco; na Sala D. Luís, atua a Orquestra de Cordas da Ajuda, uma formação de 50 crianças da freguesia que interpretará músicas como Aquela Velhinha (canção popular cigana) e Grilito de Hector Gutierrez Cortinas.

 

Recuperar histórias num palácio reimaginado

Nesta visita, há de se tentar reimaginar o quotidiano de um paço real com mais de 200 anos de histórias, algumas das quais irão recuperar e desvendar num dia tão especial.

Visita orientada | Serviço Educativo
10h30; 11h30; 14h30; 15h30; 16h30 | Público em geral | 30 min
Por ordem de chegada, até 10 pax por visita

 

Mesa Real no Palácio da Ajuda: um projecto de múltiplas abordagens

Em curso, o ambicioso projecto da Mesa Real recupera espaços esquecidos como a Arrecadação de pratas e loiças da Mesa d’Estado, a Sala de Lavagem das Loiças; trará das reservas os serviços de mesa mas também objetos das mesas dos Particulares e Damas; revelará objectos de piqueniques e até dos veleiros.

Tudo o que se sabe será contado sobre a mesa do quotidiano da Casa Real, no reinado de D. Luís e D. Maria Pia a apresentar em 5 espaços de exposição permanente. O Palácio Nacional da Ajuda convida-vos para saber tudo o que se pretende fazer a partir deste núcleo surpreendente.

Comunicação | Cristina Neiva Correia, conservadora da coleção de cerâmica
11h00 | Público adulto | 30 min | Local Vestíbulo
Marcação prévia obrigatória: [email protected]

 

MÚSICA NO PALÁCIO NACIONAL DA AJUDA

Entrada livre 18h30 e 19h00 | Por ordem de chegada, até limite máximo da sala

Coro Comunitário da Ajuda

O Coro Comunitário da Ajuda, promovido pela CUSCA – Cultura e Comunidade, nasceu em 2018. Inspirados pelo verso “a cantiga é uma arma” e com a ajuda inestimável do cantautor Pedro Branco, acredita-se que a coesão social e o desenvolvimento de uma comunidade pode também acontecer em momentos de partilha em torno de canções. Hoje sabemos que é possível.

Reportório:
Marião, tradicional/Brigada Victor Jara
Rosinha dos limões, Max
Felicidade, Caetano Veloso
Travessia do deserto, José Mário Branco
Acalanto, Pedro Branco

18h30 | Público em geral | 30 min | Sala do Trono
Cusca – Associação Cultural com o apoio do Serviço Educativo

 

Orquestra de Cordas da Ajuda

A Orquestra de Cordas da Ajuda, promovida pela CUSCA- Cultura e Comunidade em parceria com a Junta de Freguesia da Ajuda, a Escola de Música do Conservatório Nacional, os agrupamentos de escolas do Restelo e Francisco Arruda e o CRIA/ISCTE, co-financiado pelo programa PARTIS da Fundação Calouste Gulbenkian nasceu em 2019 para “transformar o ruído em música”. Reúne 50 crianças da freguesia de diferentes contextos socioeconómicos e expressões culturais e o nosso repertório é reflexo dessa diversidade.

Reportório:
Aquela Velhinha, música popular cigana, arranjos de Kristina Van de Sand
Peixinhos do Mar, tradicional brasileira (popularizada por Milton Nascimento), arranjos de Kristina Van de Sand
Grilito, Hector Gutierrez Cortinas

18 de maio | 19h00 | Público em geral | 30 min
Sala D. Luís
Cusca – Associação Cultural com o apoio do Serviço Educativo

Pode ser uma imagem de texto que diz "PALÁCIO NACIONAL ÛI DA AJUDA DIA DOS MUSEUS 18 MAIO 2021 n Das 10hoo às 18h00 Entrada gratuita por (por ordem de chegada, até limite máximo da sala) Visitas, música e muito mais..."