Portimão celebra aniversário com destaque de combate contra a Covid-19

A programação que assinala o 97º aniversário da elevação de Portimão à categoria de cidade teve diversos pontos altos, nomeadamente realçando o papel desempenhado por entidades e pessoas no combate à pandemia.

O primeiro destaque pertence às comemorações do Dia Internacional do Voluntariado incluiu homenagem às associações e voluntários em nome individual pelo trabalho desenvolvido pela comunidade durante a Covid-19, assim como um conjunto de testemunhos e a entrega do 3º Prémio Municipal do Voluntariado.

O Salão Nobre dos Paços do Concelho também realizou homenagens aos professores que passaram ao regime de aposentação durante o último ano letivo, como justo reconhecimento por uma profissão tantas vezes encarada como verdadeira missão de vida.

Houve também o colóquio “Manuel Teixeira Gomes, o político e o diplomata, o escritor e o artista”, no qual conferencistas se debruçaram sobre a vida e obra do prestigiado portimonense, no Museu de Portimão. Ainda na mesma data, apreciadores da canção nacional puderam assistir ao espetáculo “Noite de Fado – 97 Anos de Cidade”, que reuniu fadistas locais no TEMPO – Teatro Municipal de Portimão.

Aconteceu também hasteamento de bandeiras no Largo 1º de Maio, sessão solene do Dia da Cidade com discursos da presidente da Câmara Municipal de Portimão, Isilda Gomes e de Isabel Guerreiro e testemunhos de profissionais no combate à Covid- 19 e momentos musicais a cargo do Barlavento Ensemble.

O programa também prestou homenagem aos Campões Portimonenses nas categorias: Prémio “Grau Bronze” – classificados em primeiro lugar nos Campeonatos ou Taças Distritais; Prémio “Grau Prata” – classificados entre os três primeiros lugares nos Campeonatos ou Taças Nacionais; e Prémio “Grau Ouro” – classificados entre os dez primeiros lugares nos Campeonatos ou Taças do Mundo e da Europa e em Jogos Olímpicos.

Literatura, escultura, pintura e fotografia

A nível literário merecem referência a apresentação da obra vencedora do Prémio Literário Manuel Teixeira Gomes, que incluiu participação online do respetivo autor, o lançamento da revista de estudos do Mediterrâneo “Meridional” e apresentação dos dois primeiros volumes da obra completa de Manuel Teixeira Gomes e da segunda edição da biografia do antigo Presidente da República portimonense.

Na área artístico-cultural, fez parte a inauguração da escultura “Renascimento”, do escultor Renato Rodyner, que ficará patente no largo da Avenida Tomás Cabreira fronteiro ao Hotel Oriental.

Por sua vez, o Museu de Portimão inaugurou a exposição “As Cores da Viagem”, com pinturas e desenhos de António Carmo, bem como a mostra relativa à 21.ª Corrida Fotográfica de Portimão – Edição Especial & Esperança”, que recebeu testemunhos fotográficos representativos do impacto da Covid-19 nas formas e soluções encontradas pelas diferentes comunidades, visando um desejável regresso à normalidade pós-pandemia.

Ainda na vertente fotográfica, o Mercado Municipal de Portimão assinalou o 14º aniversário, com um conjunto de fotos de Luís Amado, intitulado “Fragmentos no TEMPO”.

Festividades para grandes e pequenos

O movimento associativo de Portimão prestou contributo às festividades do Dia da Cidade compropostas para miúdos e graúdos nos diversos equipamentos desportivos e culturais do concelho, com provas de mini hóquei, peddy paper sénior, bodyboard, karaté adaptado, petanca e btt, bem como aulas de aikido, cross training, kendo, pilates, zumba, aeróbica, hidroginástica e xadrez, além de um passeio de motas, uma caminhada, uma regata à vela e outras atividades náuticas. Ainda havia atividades de tricot e empreita, sem esquecer uma oficina de teatro para crianças e adultos, entre outras iniciativas.

Houve também apresentação das classes de Iniciação Musical e do Quarteto do Saxofones da Academia de Música de Portimão, no Museu de Portimão, enquanto o Pavilhão Desportivo da Boavista assinalou o 2º aniversario com um jogo solidário entre as equipas de futsal do Portimonense e do Azeméi.

As celebrações culminaram no dia 12 de dezembro, com o Concerto de Natal que a Orquestra Sinfónica do Algarve interpretou na Igreja da Penina.