Espaço Talante inaugura-se com exposição de Ferreira Gullar

Nesta quarta-feira (18) de maio, Lisboa recebe mais um centro cultural voltado para artistas da língua portuguesa, o Espaço Talante, com o objetivo de juntar vários tipos de arte de países como Portugal, Brasil, Angola, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Guiné Bissau, Guiné Equatorial e Moçambique.

Com curadoria de Antonio Grassi e Ciça Castello, o Espaço Talante inaugura-se com a exposição “Objeto de poeta e livro de artistas”, de Ferreira Gullar. 

Localizado dentro da livraria Ler Devagar, na LX Factory, o Espaço Talante dinamizará a livraria, para além dos livros, como explica o ator Antonio Grassi, que foi diretor-presidente do Instituto Inhotim, um dos espaços mais cultuados do Brasil, até o início de 2022, quando mudou-se para Lisboa:

“A Ler Devagar é o principal ponto cultural da LX Factory. A ideia é que lá seja bem mais do que um local que vende livros. Vai passar a ser um ponto de encontro, um lugar onde é possível pensar em várias coisas, além do livro. Ao nos associarmos a Ler Devagar, queremos construir um lugar que tenhamos uma programação que trate de outras linguagens, tendo como foco maior a língua portuguesa”

A ligação de Grassi com a LX Factory vem de antes. Em 2012, ele foi o comissário brasileiro do Ano do Brasil em Portugal. A celebração deixou de legado uma área de eventos decorada com uma obra do artista plástico pernambucano Derlon.

A programação do Espaço Talante será variada e a intenção dos seus curadores é preencher o dia todo com eventos de diferentes formatos, como afirma a fotógrafa e produtora de elenco Ciça Castello:

“Pela manhã, pensamos em usar para formações educacionais, ciclos de conversas, leituras de livros, o que tem mais a ver com a natureza dessa parte do dia. À tarde, queremos deixar livre para as pessoas conhecerem o espaço e assistirem às exposições. Entre 13h e 18h, o Talante  estará aberto para as pessoas verem belas imagens, ouvir boa música, enfim, estar e sentir o lugar. No fim do dia, principalmente aos fins de semana, a ideia é abrir para monólogos ou peças teatrais de duas pessoas em um formato intimista, além de eventos que tragam a boemia para a LX Factory. Teremos noites de fado, saraus de poesia. Sempre um espaço para a palavra em português”

 

A escolha da exposição de abertura leva em conta a importância universal de Ferreira Gullar e o ineditismo em Portugal.

Além da grande história como autor literário, Ferreira Gullar teve uma produção como artista plástico que nem sempre é conhecida. E estando num lugar com natureza literária, como a Ler Devagar, faz muito sentido aproveitar a oportunidade de mostrar em Portugal, pela primeira vez, o outro lado de um grande artista”, acrescenta Antonio Grassi.

“OBJETO DE POETA E LIVRO”, de Ferreira Gullar

Portugal vai receber pela primeira vez uma exposição sobre um dos maiores poetas brasileiros de todos os tempos: Ferreira Gullar. Com o nome “Objeto de poeta e livro de artistas”, a mostra busca diversas vertentes do maranhense, morto em 2016. A exposição fica em cartaz entre 18 de maio e 18 de junho, no Espaço Talante, uma nova casa de cultura dentro da livraria Ler Devagar, na LX Factory.

“Objeto de poeta e livro de artistas” tem a curadoria da poeta Cláudia Ahimsa, viúva de Ferreira Gullar. Na exposição, o visitante poderá acompanhar como uma colagem de papel leva a uma série de esculturas em metal, e livro-objeto; como um caderno para desenhar (primeiro presente de Cláudia Ahimsa para Gullar) retorna caderno de desenhos para ela, e volta livro-objeto de presente (póstumo) para ele; como uma fotografia que leva a uma foto-instalação imersiva, que leva a um livro de colagens. O livro, que contém as obras, estará à venda.

ESPAÇO TALANTE

Ler Devagar – LX Factory, Rua Rodrigues Faria, 103, ed. G 0.3 – Lisboa