Ricardo Laires estreia exposição individual, neste sábado, em Cascais

Neste sábado (28), pelas 18h30, a R.Rodyner Gallery inaugura a exposição individual “Fragmentos”, do artista Ricardo Laires. Um cocktail de abertura, com vinho e salgadinhos, será servido ao som do groove da guitarra e de melodias vocais do músico Rafael, que fará um concerto acústico com releituras de grandes nomes como Tim Maia, Lenine, Bob Marley, Seu Jorge, dentre outros.

A exposição fica patente, no Palacete da Casa da Guia, até 28 de junho.

O artista lisboeta, que também é médico oftalmologista, confessa que nunca pensou em ser artista, até ter um sentimento que expressasse uma súbita sensação de entendimento ou compreensão da essência de algo. “Há cerca de 15 anos, tive como que uma epifania, que me levou a inscrever numa escola de pintura.” revela Ricardo Laires.

verde a amarelo arte abstrata
Através da vidraça, 2018, Óleo s/tela, 97×140

Desde então, começou a frequentar de 2009 a 2015, diversos cursos de desenho e pintura no Instituto de Artes e Ofícios da UAL de Lisboa, orientados pelo Prof.José Mouga, como explica o artista: “Foi ao longo de cerca de seis anos de estudo que, pouco a pouco, esta maneira de exprimir os meus sentimentos e emoções, se foi manifestando.Foi uma evolução inconsciente, que se tornou consciente ao longo de um processo. Foi-se afirmando e estabelecendo por si própria.

Marraquech, 2018. Óleo s/tela, 89×116

Ricardo Laires já expôs em diversas exposições, tanto individual quanto coletiva, tendo inclusive um quadro de sua autoria escolhido para capa de livro de monografia acerca da presbiopia, editado pela Sociedade Portuguesa de Oftalmologia.

Dripping I, 2020, Técnica mista s/tela, 80×60 cm

O artista, que sente-se duplamente honrado em expor na galeria de Renato Rodyner, a Rodyner Gallery, explica o motivo: “O Renato já tem décadas de experiência, como artista e como galerista. Estas duas vertentes contribuíram certamente para a ponderação de um dado convite.

Renato Rodyner e Ricardo Laires

“O pintor não deve pintar o que vê, mas o que será visto”.

A action-art de Ricardo Laires acompanha o idem de Paul Valery.
As pinturas “gotejadas” pedem um abstracionismo expressivo, direcionando
atenção do espectador para o emocional, para o que evoca, ao invés de
o que revela, de forma clara ou por analogia explícita.

Impulso, fisicalidade e intuição vão contra a forma.
importa é expressividade, textura e efeitos visuais, não enigmas ou
piadas para decifrar.

Sem imagem reconhecível ou composição convencional, Laires
abstrações parecem fundir como e por que, meios e fins,
método instrumental e mensagem expressiva, para corresponder à realidade.

Sua pintura é habitada por opostos: lírico e violento, angustiado
e extático, catártico e obsessivo, atormentado e libertador.
Qual combinação de termos é “correta” ou definitiva, quando ausente
títulos dificulta a reconstrução?

Polissensorial, a forma como Laires desdobra seu meio corporifica
uma ideia com significado universal, muito além da superfície misteriosa.

MSP, março de 2016

Manuel Silva Pereira

RICARDO LAIRES

Nasceu em Lisboa a 4 de Julho de 1948
Licenciado em Medicina – Oftalmologista

EXPOSIÇÕES
2011 Galeria do Instituto de Artes e Ofícios da UAL (colectiva)
2012 Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (individual)
Galeria do IAO da UAL (colectiva)
2013 Galeria da Ordem dos Médicos em Lisboa(individual)
Galeria Municipal de Torres Vedras (colectiva)
2014 Salão Nobre do Teatro da Trindade de Lisboa(exposição de dois pintores)
2015 Edifício Central do Município de Lisboa (exposição de dois pintores)
2016 Affordable Art Fair (Fevereiro,Bruxelas)/Galeria Gaudi(Madrid)
Hotel NH-Campo Grande/Metizartis,Abril/Lisboa (individual)
Feira Internacional de Arte Contemporânea(Maio,San Sebastian)/Galería Gaudi
Art Santa Fé Fair(Julho,EUA)/Galería Gaudi
Affordable Art Fair (Outubro,Amsterdam)/Galería Gaudi
2017 Marzia Frozen,Abril/Berlin(colectiva)
Metizartis/Museu Militar de Lisboa,Maio(colectiva)
Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (4 Nov.a 20 Dez./individual)
2018 Artbox.Project na Stricoff Gallery NEW YORK(5-16 Março/colectiva)
Xuventude de Galícia/Centro Galego de Lisboa (22 Set a 4 Out/individual)
2019 Xuventude de Galícia/Centro Galego de Lisboa(13 Abril a 10 Maio)
2020 Xuventude de Galícia/Centro Galego de Lisboa (17 a31 Outubro)
2021 Xuventude de Galícia/Centro Galego de Lisboa (4-18 Dez.exposição de
dois pintores)
2022 Feira de Arte Contemporânea/Metizartis,Madrid(23 a 27 Fev.)
Festival “All You Need is Art”Cordoaria Nacional/Metizartis(23-27 Março)

Coleções particulares:
Representado em várias coleções particulares em Lisboa,Porto,Aveiro,
Portimão,Loulé ,Madrid,Bruxelas,Amsterdão,Berlim e Califórnia.

Exposição “Fragmentos”, de Ricardo Laires

Inauguração: 28 de maio, 18h30

Patente: De 28 de maio a 28 de junho de 2022

Local: Rodyner Gallery (Palacete – Casa da Guia, Cascais)