Exposição “Do Lugar” reúne representações gráficas monocromáticas

A artista Ana Cristina Raposo vai apresentar a exposição “Do Lugar” no Edifício Central do Município, em Lisboa, entre 22 de março e 14 de abril de 2023. A exposição reúne uma série de representações gráficas monocromáticas que remetem para universos de liberdade, amplitude e atemporalidade, numa tentativa de abstração do real. A técnica utilizada na exposição é a impressão de objetos vulgares do quotidiano com tinta de carimbo sobre folhas de aguarela. A exposição vai estar aberta de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h.

Ana Cristina Raposo é uma artista plástica portuguesa, nascida em Lisboa em janeiro de 1976. Desde cedo, a artista demonstrou um forte interesse pelos materiais e, na infância, utilizava o chão, as paredes do quarto e o quintal do Alentejo para criar lugares e personagens imaginárias. Essa liberdade física e emocional foi determinante na escolha da área pela qual viria a optar. Ana Cristina concluiu o secundário em Artes na Escola da Cidade Universitária em 1994 e, no ano seguinte, frequentou o curso de iniciação à Pintura no Centro de Arte e Comunicação Visual (AR.CO).

Durante a sua carreira, Ana Cristina participou em feiras de artesanato nacionais e internacionais, tais como a Feira Internacional de Artesanato de Lisboa (FIA), na Crafts & Design, do Jardim da Estrela, em Lisboa, e na AF – L’artigiano in Fiera, em Milão. Em 2006, concluiu a licenciatura em Pintura na Escola Superior Artes e Design (ESAD.CR) e, em 2009, frequentou o curso de formação de Conservação e Restauro de Documentos Gráficos na Associação de Arqueologia e Proteção do Património da Amadora (ARQA).

A exposição “Do Lugar” reúne alguns dos trabalhos de Ana Cristina Raposo, que já participou em várias exposições coletivas, como a “Concreto” (2016), em que apresentou pinturas em cimento na Galeria do Centro de Documentação, Edifício Central do Município, em Lisboa. Além disso, a artista já colaborou com o atelier de Nadir Afonso e trabalhou como monitora de Expressão Plástica com crianças do ensino básico e pré-escolar num centro de estudos privado em Cascais. Atualmente, desenvolve trabalho artístico entre Mafra e Cascais e é também cuidadora informal.