5 dias de cinema ao ar livre e gratuitos no Museu Nacional Grão Vasco

De 31 de agosto a 4 de setembro, o Claustro do Museu Nacional Grão Vasco recebe o programa CINEMA NO MUSEU, previsto anteriormente para Julho. São sessões para descobrir facetas menos vistas do cinema, em torno do seu período clássico, ou mais experimental, e de geografias que os cinéfilos não dispensam, do Irão ao Japão.

É uma bela dose de cinema ao ar livre, a decorrer exclusivamente no Museu Nacional Grão Vasco. A organização alerta para o público levar um agasalho para a noite! A entrada é livre, entretanto é necessário agendar reservas para [email protected], ou levantar bilhete no Museu Nacional Grão Vasco. As sessões acontecem sempre às 21h.

CINEMA NO MUSEU arranca hoje (31) de agosto, com “Uma das obras mais características e mais atípicas de Alfred Hitchcock. Se quiserem uma obra em que todos os temas de Hitchcock são trazidos à sua máxima perfeição, uma obra que ilustre Alfred Hitchcock no seu melhor, não conheço melhor exemplo.“, segundo o crítico João Bénard da Costa. O filme é Strangers on a Train e é sobre um psicopata que confronta um famoso tenista com a teoria de que dois completos estranhos podem facilmente livrar-se de pessoas indesejadas sem serem apanhados: para isso, basta “trocarem de homicídios”, cada um matando o indesejado do outro, sem nada que os ligue ao caso.

No dia seguinte (1) de setembro, Um Z e Dois Zeros, de Peter Greenaway, segue o programa com uma reflexão sobre a vida, o sexo, a relação abusiva entre homens e restantes seres vivos, e a inevitabilidade da degradação e da morte. Na quinta (2), Sun Children, de Majid Majidi, que retrata sobre a juventude no Irão e venceu prémio de Melhor Jovem Actor no Festival de Veneza 2020. No penúltimo dia (2), Funeral Parade of Reoses, de Toshio Matsumoto, é abordado a partir de um mergulho na comunidade queer de Tóquio dos anos 60, e vagamente inspirado na história de Édipo Rei, Funeral Parade of Roses acompanha um grupo de travestis nas suas tribulações e inquietações diárias, misturando ficção com documentário. Uma colisão febril de estética vanguardista e impacto grindhouse, num dos mais importantes e subversivos trabalhos da nouvelle vague japonesa dos anos 60.

Para encerrar o CINEMA NO MUSEU, o cineasta e roteirista sul-coreano, Hong sang-soo, apresenta no filme Noutro país. De acordo com o crítico Sam Stander “Hong é um investigador obsessivo das relações e motivações humanas, que impulsionam o seu cinema singularmente aventureiro para território emocional subtil mas poderoso.” O filme é sobre uma jovem que instala-se com a mãe numa pensão numa pequena cidade costeira da Coreia do Sul. Para passar o tempo, decide escrever um argumento que segue três mulheres francesas (todas interpretadas por Isabelle Huppert) que chegam à pequena cidade como turistas. Todas se alojam na mesma pensão, conhecem as mesmas pessoas e têm uma ligação com o atraente nadador-salvador que lá trabalha.

Consulta o programa completo AQUI.

 

Museu Nacional Grão Vasco – CINEMA NO MUSEU

Rua Escura 62, Apartado 2102, Viseu

De 31 de agosto a 4 de setembro, às 21h

A entrada nas sessões é gratuita. Reservas disponíveis pelo e-mail [email protected], ou levantando bilhete no Museu Nacional Grão Vasco:

→ Bilhetes disponíveis no Museu, no horário normal de visitas: 10h-13h e 14h-18h (exceto segunda-feira).
→ Os lugares são limitados à lotação definida tendo em conta as orientações da DGS.
→ Máximo de 3 bilhetes por reserva.