Ciclo de cinema gratuito às segundas feiras sobre Diários

A partir desta segunda (6), a Casa da Achada exibe, até o final de setembro, filmes que questionam “Como é que o cinema se pôs a filmar os acontecimentos e as reflexões quotidianas?” ou “Filmes de caneta em punho, diários de câmara na mão ou nada disso?“. Pelas 21h30, o filme Diário de um Realizador (1985), de Federico Fellini, inicia o Ciclo de cinema gratuito e convida o público para um debate após a sessão.

Diário de um Realizador, estreado em Portugal em 1985, “(…) nasce de uma necessidade interior. Já não se trata de elaborar de forma artística as suas obsessões (que no fim de contas é o que faz em toda a sua obra). Mas sim de se servir do meio para encontrar uma saída, uma cura “clínica” para a crise em que se encontrava. A câmara serve-lhe desta vez mais de bisturi do que de divã de psicanalista.” escreve Manuel Cintra Ferreira.

Na próxima (13), a Casa da Achada exibe, da cineasta portuense Regina Guimarães, o filme Cinema Pobre e do cineasta brasileiro-israelense David Perlov, o Diary (1976) – Capítulo 6 (1983)Quando você filma um diário, o filme substitui a vida. É uma grande experiência. E enquanto você está na mesa de edição, também é muito prazeroso, porque você tem controle sobre sua vida – suas crises, suas dores. Você pode recriar a vida ou fragmentá-la. Sobretudo, você pode criar harmonia. Quando você retorna à vida real, ela é muito menos harmoniosa, dura muito mais do que seis horas.

Na penúltima segunda de setembro, Segredos de Alcova (1964), de Jean Renoir é exibido e Diário de Uma Mulher Perdida (1929), de Georg Wilhelm Pabst encerra o Ciclo de cinema gratuito para o mês de setembro de 2021, ou seja, são ao todo quatro filmes que a Casa da Achada exibe dedicados à diários no cinema, devido à recente edição da Casa da Achada- Centro Mário Dionísio «Passageiro Clandestino vol. 1» de Mário Dionísio com notas de Eduarda Dionísio.

Programa Ciclo de Cinema gratuito Diários

    •  Casa da Achada – Centro Mário Dionísio

      Diário de um Realizador (1985), de Federico Fellini

    •  Casa da Achada – Centro Mário Dionísio

      Diary (1976) – Capítulo 6 (1983), de David Perlov/ Cinema Pobre (2021), de Regina Guimarães

    •  Casa da Achada – Centro Mário Dionísio

      Segredos de Alcova (1964), de Jean Renoir

    •  Casa da Achada – Centro Mário Dionísio

      Diário de Uma Mulher Perdida (1929), de Georg Wilhelm Pabst

 

Ciclo de cinema gratuito – Diários

De 6 a 27 de setembro de 2021, às 21h30
Casa da AchadaCentro Mário Dionísio

Rua da Achada, 11
Lisboa

Gratuito